quinta-feira, 28 de Julho de 2011

© Luís Afonso

Facebook bans Nirvana's Nevermind cover


Nirvana's cover art for their 1991 classic album 'Nevermind' has been banned from Facebook.

The artwork, which shows a naked baby swimming underwater after a dollar bill, was uploaded to the social networking site by the official Nirvana page in preparation for the announcement of the album's 20th anniversary reissue, but was then removed from the site shortly after.

According to the site, the picture was removed as it violates Facebook's terms use, in particular a rule which reads: "Facebook does not allow photos that attack an individual or group, or that contain nudity, drug use, violence or other violations of the Terms of Use."

'Nevermind' will be re-issued on September 26 with two new versions, namely the Deluxe and Super Deluxe editions, hitting the shelves.

The 2CD Deluxe edition will contain a remastered cut of the original album plus B-sides as well as a CD featuring the Smart Studio Sessions, The Boombox Rehearsals and BBC Sessions.

The 4CD + DVD Super Deluxe edition will contain these two CDs, plus a CD of the previously unreleased The Devonshire Mixes and the previously unreleased Live At The Paramount Theatre from their 1991 Halloween gig in Seattle, footage of which will also be included on the DVD. The show is the only known Nirvana gig that was shot to film. The Deluxe edition will also be available on vinyl.

Artigo sacado daqui ---> NME Magazine

quarta-feira, 20 de Julho de 2011

Exposição História com Humor

"É já amanhã dia 21 de Julho, pelas 19h00, no CNBDI que inauguramos a Exposição História com Humor, um retrato da História de Portugal onde as peripécias e façanhas dos heróis nacionais são apresentadas com um enorme sentido de humor através do traço de Artur Correia e das histórias de António Gomes de Almeida.
Esta mostra introduz ainda o tema central do 22º AmadoraBD que este ano é dedicado ao Humor.
Apareça, contamos consigo."

Cristina Gouveia - Coordenadora Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem
Av. do Brasil, nº 52-A 2700-134 Amadora
T: 214369057 Fax: 214962353

amadorabd@cm-amadora.pt

www.amadorabd.com


© Clay Bennett

segunda-feira, 11 de Julho de 2011

NAMORE UM BARRIGUDINHO

NAMORE UM BARRIGUDINHO

(CARLA MOURA PSICÓLOGA, ESPECIALISTA BRASILEIRA EM SEXOLOGIA)

biggest loser

Tenho um conselho valioso para dar aqui: se você acabou de conhecer um rapaz, ficou com ele algumas vezes e já está começando a imaginar o dia do seu casamento e o nome dos seus filhos, pare agora e me escute! Na próxima vez que encontrá-lo, tente disfarçadamente descobrir como é sua barriga.

Se for musculosa, torneada, estilo `tanquinho´, fuja! Comece a correr agora e só pare quando estiver a uma distância segura. É fria, vai por mim.

Homem bom de verdade precisa, obrigatoriamente, ostentar uma barriguinha de chopp. Se não, não presta. Estou me referindo àqueles que, por não colocarem a beleza física acima de tudo (como fazem os malditos metrossexuais), acabaram cultivando uma pancinha adorável. Esses, sim, são pra manter por perto. E eu digo por quê.

Você nunca verá um homem barrigudinho tirando a camisa dentro de uma boate e dançando como um idiota, em cima do balcão. Se fizer isso, é pra fazer graça pra turma e provavelmente será engraçado, mesmo. Já os `tanquinhos´ farão isso esperando que todas as mulheres do recinto caiam de amores – e eu tenho dó das que caem. Quando sentam em um boteco, numa tarde de calor, adivinha o que os pançudos pedem pra beber? Cerveja! Ou coca-cola, tudo bem também. Mas você nunca os verá pedindo suco. Ou, pior ainda, um copo com gelo, pra beber a mistura patética de vodka com `clight´ que trouxe de casa.

E você não será informada sobre quantas calorias tem no seu copo de cerveja, porque eles não sabem e nem se importam com essa informação. E no quesito comida, os homens com barriguinha também não deixam a desejar.

Você nunca irá ouvir um ah, amor, `Quarteirão´ é gostoso, mas você podia provar uma `McSalad´ com água de coco. Nunca! Esses homens entendem que, se eles não estão em forma perfeita o tempo todo, você também não precisa estar. Mais uma vez, repito: não é pra chegar ao exagero total e mamar leite condensado na lata todo dia! Mas uma gordurinha aqui e ali não
matará um relacionamento. Se ele souber cozinhar, então, bingo! Encontrou a sorte grande, amiga. Ele vai fazer pra você todas as delícias que sabe, e nunca torcerá o nariz quando você repetir o prato. Pelo contrário, ficará feliz.

Outra coisa fundamental:

Homens barrigudinhos são confortáveis!

Experimente pegar a tábua de passar roupas e deitar em cima dela. Pois essa é a sensação de se deitar no peito de um musculoso besta. Terrível!

Gostoso mesmo é se encaixar no ombro de um fofinho, isso que é conforto. E na hora de dormir de conchinha, então? Parece que a barriga se encaixa perfeitamente na nossa lombar, e fica sensacional.

Homens com barriga não são metidos, nem prepotentes, nem donos do mundo.

Eles sabem conquistar as mulheres por maneiras que excedem a barreira do físico. E eles aprenderam a conversar,a ser bem humorados, a usar o olhar e o sorriso pra conquistar. É por isso que eu digo que homens com barriguinha sabem fazer uma mulher feliz.

CARLA MOURA
PSICÓLOGA, ESPECIALISTA EM SEXOLOGIA


Gamado daqui: Ai Nanas!



sexta-feira, 8 de Julho de 2011

Monty Python regressam ao cinema


Monty Python regressam ao cinema em filme de animação

A autobiografia ficcionada do falecido Graham Chapman, «A Liar's Autobiography», vai voltar a reunir os membros vivos dos Monty Python no cinema, desta vez num filme de animação.


«A Liar's Autobiography: Volume VI» é o título da autobiografia de Graham Chapman, o falecido membro do grupo de humoristas britânico Monty Python, publicada em 1980 e que está actualmente a ser adaptada ao cinema, num filme de animação com produção e realização de Ben Timlett, Jeff Simpson e Bill Jones, este último filho de Terry Jones e autor da série documental «Monty Python: Almost the Truth».

A ideia inicial do trio era, efectivamente, fazer um documentário convencional, até se descobrir uma gravação integral do livro pela voz do próprio Chapman, registada de enfiada numa noite no estúdio de um amigo, Harry Nilson.

Rapidamente, a ideia de um filme em animação tomou forma, assente nas gravações de Chapman, com a participação vocal de outros membros dos Monty Python. Assim, Michael Palin dará voz ao pai de Chapman, Terry Jones fará a mãe e a sua própria voz, Terry Gilliam fará várias vozes e John Cleese gravará uma longa conversa que será cruzada com a voz de Chapman, num diálogo em que ambos andam de bicicleta. Apenas a presença de Eric Idle ainda não foi confirmada.

Para acelerar a produção, estão a trabalhar no filme 15 produtoras de animação, que farão capítulos que vão de três a 15 minutos de duração, todos eles em estilos gráficos diferentes. «Criativamente, a diferença de estilos reflectirá os diferentes estágios da vida de Graham», disse o realizador Jeff Simpson ao «New York Times», «e também nos poupará bastante tempo».

Como o próprio título do livro sublinha, a relação entre os elementos autobiográficos que lá estão escritos e a realidade da vida de Chapman é bastante difusa. Quando foi questionado sobre o que havia de verdade no relato que o livro faz sobre as vicissitudes de Chapman na escola de medicina, os seus problemas com o alcoolismo ou o assumir da sua homossexualidade, Terry Jones respondeu, talvez com ironia: «Nada. É tudo uma mentira completa, absoluta e descarada. Não há ali uma única palavra que seja verdadeira».

Mesmo assim, Jeff Simpson assumiu, ainda o «New York Times», que há muita verdade nas entrelinhas do livro. «A história de Graham é a de um homem que era abertamente homossexual mas secretamente alcoólico», acrescentando que «isto não é a história dos Monty Python e sim da vida de um homem».

O filme deverá estrear na Primavera de 2012. Os britânicos Monty Python são o grupo de humoristas mais influente na comédia dos últimos 40 anos, autores de uma série televisiva de grande sucesso entre 1969 e 1974 e de um conjunto de longas-metragens para cinema de enorme êxito, nomeadamente «Monty Python e o Cálice Sagrado» (1975), «A Vida de Brian» (1979) e «O Sentido da Vida» (1983). O grupo era composto por John Cleese, Michael Palin , Terry Jones, Eric Idle, Terry Gilliam e Graham Chapman, tendo este último falecido em 1989 vítima de cancro.

Luís Salvado - 04-07-2011 10:00

Artigo sacado daqui: Sapo Cinema

Dear Dollar...

.


quinta-feira, 7 de Julho de 2011

Moody's junk mail



"A 5 de Julho de 2011, a Moody's considerou Portugal "LIXO".

Na sequência disso, Pedro & Hugo, uma dupla de criativos aproveitou um tempo livre entre o seu trabalho na BBDO e mandou uma carta para a sede da Moody's em Nova Iorque. Uma carta com um pedaço de Portugal como ele é visto pela Moody's.

Só para que saibam que estamos a trabalhar para elevar o nosso rating.

Experimente fazer o mesmo."



"On July 5th, 2011, Moody's rated Portugal as "JUNK".

As a result, Pedro & Hugo, a couple of creatives took some time off from their jobs at BBDO to send a letter to Moody's headquarters in New York. A lettter with a piece of Portugal the way Moody's sees it.

Just to let them know we're working to improve our rating.

We invite you to do the same."

© Luís Afonso

José Gomes Ferreira fala das agências de rating

KPN sluit je aan

terça-feira, 5 de Julho de 2011

Graciano Saga - Vem Devagar Emigrante



There Is A Light That Never Goes Out dos Smiths
Aqui numa versão pimb... numa versão popular portuguesa.

domingo, 3 de Julho de 2011

Há nome lixados...

Há, há.
Repare no daquele senhor finlandês lá em baixo à esquerda.
Não gostaria de estar no seu lugar se algum dia tiver de vir a Portugal para uma reunião de negócios.

Estudo revela que o cérebro das mulheres é moldado de forma diferente, por isso, têm mais alterações de humor

Estudo revela que o cérebro das mulheres é moldado de forma diferente, por isso, têm mais alterações de humor


O título parece um comentário mal disposto de um marido chateado, mas na verdade, a ciência chegou à conclusão que o cérebro feminino tem umas conexões diferentes do masculino provocando, assim, mais alterações de humor, depressões e ansiedade. Estes sintomas podem piorar se a mulher em questão estiver num programa de dieta ou consumir muitos produtos light.

Cerca de uma em cada quatro mulheres sofre de depressão, enquanto que um em cada dez homens padece da doença. Esta tendência pode ser parcialmente explicada por factores sociais – as mulheres procuram ajuda mais facilmente que os homens. Contudo, um estudo revelado recentemente na Suécia descobriu duas diferenças chave no modo em como os cérebros femininos e masculinos processam a serotonina – também chamada de hormona da alegria.

Bons níveis de serotonina podem aumentar os sentimentos de alegria, reduzir o apetite e melhorar o sono. Baixos níveis estão associados à depressão.

Actualmente os investigadores do Instituto Karolinksa na Suécia, têm vindo a usar digitalizações cerebrais para investigar os níveis desta substância. Os estudos mostram que os cérebros das mulheres precisam de mais serotonina do que os dos homens.

Assim, como as mulheres têm mais partes do cérebro a utilizar esta hormona, esta acaba por ficar pouco disponível, influenciando o seu humor, que sofre alterações muito mais facilmente.


Gamado daqui:

sábado, 2 de Julho de 2011

Professor diz em tribunal que Sócrates não fez licenciatura

2011
por Ana Paula Azevedo

O antigo responsável pelos cursos de Engenharia da Universidade Independente (UnI) afirmou ao tribunal que julga um dos processos-crime relacionados com esta instituição que José Sócrates «não é engenheiro», mas sim «supostamente licenciado» em Engenharia Civil.

E contou como o próprio ex-reitor, Luís Arouca, lhe confessou que todo esse processo passou-se nas suas costas.

As declarações são de Eurico Calado, professor fundador da UnI e durante vários anos director da respectiva Faculdade de Ciências e Tecnologia, sendo o responsável pela estruturação dos respectivos cursos e currículos. Foi também o último reitor da universidade, na sua fase final, antes de encerrar por ordem do Ministério do Ensino Superior, em Outubro de 2007.

No passado dia 20, Eurico Calado esteve a depor como testemunha no julgamento de um dos processos da UnI: o que tem como arguida a juíza Isabel Magalhães, ex-mulher de Rui Verde (antigo vice-reitor da universidade), acusada de falsificação e de branqueamento de capitais por, alegadamente, ter pactuado e beneficiado de parte dos 6,7 milhões de euros desviados pelo ex-marido.

As declarações de Eurico Calado sobre José Sócrates surgiram quando explicava ao Tribunal como, em meados dos anos 90, Arouca e Rui Verde começaram a disputar o poder e a afrouxar as regras, fazendo a UnI entrar num caminho «de descrédito», em termos académicos, que lhe desagradou e o levou a sair, em 2000.

«Se soubesses, nunca se tinha feito»

«Isto é importante por causa do Sócrates – ou melhor, ‘candidato’ Sócrates, como o Paulo Portas lhe chamou sempre nos debates na TV. E muito bem porque ele não é engenheiro». O professor universitário contou mesmo que chegou a confrontar Luiz Arouca: «Perguntei-lhe: ‘Ouve lá, Luís. Então o Sócrates licenciou-se na minha universidade, na faculdade de que eu sou director, e que até fez a minha cadeira (Inglês Técnico) e eu nunca soube de nada?’. Ele respondeu-me: ‘Se soubesses, isto nunca se tinha feito’. ‘Pois não’, respondi eu. Pelo menos nunca daquela maneira».

A testemunha explicou ainda aos juízes: «Eu percebo que as universidades precisam de visibilidade política. Ele era secretário de Estado e há umas manobras que é sempre possível fazer, mas dentro da legalidade, como apresentar uns trabalhos. E houve outros casos destes, de descrédito».

Mais à frente, o professor descreveu o ambiente conturbado nos dias que antecederam a prisão de RuiVerde e de Luís Arouca, na Primavera de 2007, com a invasão das instalações por skinheads e alunos, e a suspensão das aulas – levando a Inspecção-geral do Ensino Superior a entrar na UnI. Ao mesmo tempo, a Imprensa noticiava as dúvidas que a licenciatura do primeiro-ministro suscitava: «Atenção, o Sócrates tinha sido, supostamente, licenciado pela UnI. Talvez isto responda à pergunta de porque é que aquilo demorou tanto tempo a fechar. E também responde à pergunta de por que é que fechou. Porque, se não fecha, o processo acaba...».

No mesmo dia e perante o mesmo tribunal, depôs outra testemunha: Christian de Freitas, que foi contratado pela UnI para analisar a situação financeira e fazer um plano de recuperação. E afirmou que ia tratar destes assuntos à CGD, com Armando Vara, por indicação do vice-reitor, Rui Verde.

Recorde-se que a gestão da UnI – de onde foram desviados milhões de euros – está a ser julgada em dois tribunais. O julgamento do processo principal, contra antigos accionistas e dirigentes, entre outros arguidos, acusados de associação criminosa, abuso de confiança e burla, corre nas Varas Criminais de Lisboa, presidido pela juíza Ana Peres. E o segundo, por ter como arguida uma juíza, que tem de ser julgada por um tribunal superior, está a cargo do Tribunal da Relação de Lisboa, sendo presidido pelo desembargador Ricardo Cardoso. As testemunhas que ambos têm de ouvir são as mesmas e os julgamentos, dada a extensão dos processos, decorrem nas salas do Tribunal de Monsanto.

Outros professores e antigos funcionários têm testemunhado as irregularidades verificadas ao longo de uma década na UnI, sem que as autoridades do sector alguma vez a fiscalizassem.

Sacado daqui:

Google Street View

sexta-feira, 1 de Julho de 2011



Um alentejano consegue dar uma queca e adormece.

Diz a gaja, ó homem acorda!

Diz o alentejano ...a corda está no carro.